sexta-feira, 6 de maio de 2011

Orientações do Corpo de Bombeiros Militar-MG para o uso correto do Botijão de Gás

Mais de 90% dos acidentes são causados por problemas na instalação ou do uso incorreto do botijão e acessórios. Muitas das vezes, a população se esquece de efetuar a troca da mangueira e do registro de gás, peças que têm validade de cinco anos. Muitos fogões e equipamentos mais modernos têm válvulas que evitam o vazamento de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP).
Para que o cidadão saiba como detectar, prevenir e agir em situações de risco, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) oferece algumas orientações quanto à utilização correta do botijão de gás, seja na residência ou no estabelecimento comercial.
No manuseio do botijão de gás, observando-se os devidos cuidados, evitamos muitos acidentes. Estas informações e ações são muito importantes para facilitar o seu dia-a-dia. Não deixe de conferir.
Conheça os tipos de botijões e acessórios:




O P13 é o botijão mais conhecido, aquele que encontramos em qualquer residência. Já os cilindros P20 e P45 são mais utilizados por empresas, indústrias e comércio, bem como o P2 é utilizado geralmente em fogareiros, lampiões e maçaricos. 

Não pense que os acidentes só acontecem com os outros, fique atento e lembre-se: em caso de emergência ligue 193.

Fonte: BM5/CBMMMG

Nenhum comentário:

Postar um comentário